nav-left cat-right
cat-right

MANOEL SIMÕES

 

MEMBRO HONORÁRIO – MANOEL SIMÕES Posse 11/08/2005 Diretor do Grupo Evidência, que nos primeiros meses de vida da nossa academia, abriu espaço no lançamento de seu livro SOCIEDADE RIBEIRÃOPRETANA E SERTANEZINA EM EVIDÊNCIA para que diplomássemos nossos imortais Patronos.

Natural de Cachoeirinha (Pernambuco) Data de nascimento: 25/12/1946 Filho de Esmerinda Maria de Lourdes e Emídio Simões de Souza No início dos anos 50 Manoel mudou-se para São Paulo juntamente com a mãe. Já em São Paulo a mãe veio a falecer, vítima de tuberculose, aos 30 anos de idade. Manoel, bem criança e sozinho na Capital foi entregue aos cuidados de um abrigo de menores localizado na Avenida Celso Garcia. A dificuldade, os obstáculos estiveram presentes na vida de Manoel desde o seu nascimento. De São Paulo Manoel teve a “sorte” de ser transferido para a unidade de Batatais. Começou ai uma história de amor pela cidade. Em Batatais Manoel trabalhou na lavoura e aprendeu o ofício de cabeleireiro com o querido e saudoso Henrique Cardoso Braga. A Unidade de Batatais foi exemplo de formação profissional e de caráter. Manoel cresceu amando a cidade que o abrigou. O reconhecimento e a gratidão pela cidade está presente em todas as histórias e biografias referentes a Manoel Simões. De Batatais Manoel foi para Ribeirão Preto, no início da década de 60. Um desafio que estava começando. Uma trajetória de muita luta, obstáculos, fé, dedicação e acima de tudo, honestidade. Manoel, literalmente com a roupa do corpo e muita força de vontade, foi trabalhar como barbeiro em Ribeirão Preto. Isto com as bênçãos e recomendações do Sr. Henrique. Manoel foi conquistando pouco a pouco o seu espaço. No salão Umuarama fez parte de uma inesquecível equipe de profissionais comandados por Fábio Lopes. Com o passar do tempo Manoel sentiu a necessidade de ter o seu próprio espaço. Em 1977 abriu o seu primeiro salão, o Top’s Cabeleireiros, em sociedade com o Toninho, ali na rua Visconde de Inhaúma, onde ficou por 5 anos. Em 1982, sempre com seu instinto empresarial, abriu o Manoel Cabeleireiros na avenida Nove de Julho, o salão mais badalado da época, e melhor freqüentado. O sucesso não subiu a cabeça. Manoel manteve a humildade e começou a trazer “os meninos” de Batatais para trabalharem como barbeiros. Na verdade o início foi com o Didi, um profissional espetacular que Manoel revelou já na época do Top’s. Depois do Didi vieram muitos outros. E sempre ajudados em todos os aspectos por Manoel. Manoel dava valor a estes meninos, pois sabia muito bem o que era chegar numa cidade do porte de Ribeirão Preto e começar a vida sem família e sem amigos. Manoel foi referência para muitos meninos de Batatais. Em meados de 1982 Manoel recebeu o convite para escrever uma coluna social no jornal O Diário. Convite este feito por Marcelino Romano Machado. Manoel aceitou o desafio. Começava ai a história do menino criado em Batatais que iria fazer história na mídia regional. Muitas coisas estavam por acontecer. No Jornal O Diário Manoel assinou a coluna Sociedade com extrema competência e brilho. Brilho aliás que acompanha o abençoado Manoel por toda sua vida. Hoje apresenta pela TV Clube, todos os domingos, um programa que leva o seu nome.